top of page

Startup: como realizar o fechamento do ano fiscal da sua empresa




Fim de ano chegando e o pensamento logo surge: reunir documentos contábeis e fiscais para o fechamento anual, que missão árdua!


Pois é, o último trimestre exige demais de você e de seu parceiro contábil, pois todas as energias têm que estar voltadas para o fechamento do ano fiscal.


Contudo, esta tarefa se torna corriqueira e de fácil execução quando o fechamento mensal é feito corretamente, né verdade?


Não é à toa que “de grão em grão a galinha enche o papo”!


Confere aqui, a melhor maneira de realizar o fechamento anual de sua Startup, você e seu consultor contábil vão poder brindar o ano novo até mesmo antes dele começar!


Como contabilizar o Ano Fiscal?


Vamos combinar que antes de responder essa questão, cabem aqui duas definições: o que é ano fiscal e qual a sua função.


Ao compreender essas duas questões, a execução do ano fiscal fica muito mais tranquila.


O que é Ano Fiscal?


O ano calendário, no Brasil, equivale a mesma data do ano fiscal - 1º janeiro a 31 de dezembro.


Para tanto, o ano fiscal é o período que deve contabilizar e apurar todas as receitas e custos.


Vale salientar, que o fechamento contábil, com uma rotina ininterrupta, tem a finalidade de analisar e atestar os relatórios, gráficos e registros contábeis.

Logo, o melhor a fazer é dividir, contabilmente, o ano em quatro trimestres, e consequentemente, realizar o fechamento mensal.


Tal atitude vai auxiliar sua empresa na compreensão das oscilações de desempenho, investimentos financeiros, fluxos de caixa e demais transações financeiras.


Qual a função do Ano Fiscal em uma Startup?


Com um conceito inovador e arrojado para recepcionar determinada demanda, a Startup tem como principal característica, atender um público crescente sem que os custos aumentem na mesma proporção, com produção em escala ilimitada.


Porém, este tipo de negócio tem sempre a incerteza da sua durabilidade.


Por isso, mais do que nunca, para que você consiga investidores para seu empreendimento, faz-se necessário ter um fechamento fiscal detalhado, transparente e claro.


Portanto, levantar todas as informações mensal ou trimestral, é a forma mais segura para que o empreendedor tenha uma visão minuciosa para o próximo ano.


Por fim, somente em posse dessas informações unificadas você e investidores terão o fechamento fiscal.


Esse fechamento vai esclarecer o que ocorreu no decorrer do ano anterior e planejar metas, com prazo determinado para o ano seguinte.


Registrar contabilmente as entradas e as saídas dos recursos, mensurando os resultados através do balanço patrimonial são apenas algumas funções do fechamento.


Veja abaixo outras vantagens que o fechamento anual pode proporcionar para sua Startup.


6 maneiras do Ano Fiscal fechar redondo!


As operações mensais geram muitas informações, perpassando por rotinas administrativas, fiscais, trabalhistas e contábeis. Com isso, o fechamento anual cria o panorama do comportamento dos 12 meses.


Confira abaixo os encerramentos básicos, para que você, equipe e escritório contábil, em posse deles, possam trabalhar em prol de crescimento, desenvolvimento e sustentabilidade da sua empresa!


Faturamento


Com a emissão do faturamento mensal, é possível obter o cálculo da receita.


Contudo, vale lembrar que encerrar o regime de caixa e de competência são fatores primordiais para ser assertivo no faturamento.


No caixa é necessário registrar todas as entradas do mês - independente da emissão da nota ter sido no mês anterior.


Já a competência trata-se da soma das notas fiscais emitidas no mês - sem importar o recebimento ou não. É aqui que se calcula o imposto do mês!


Fluxo de Caixa


Após calcular o faturamento mensal, vem o fluxo de caixa, que tem como principal ação: consolidar o saldo, a fim de manter o controle financeiro da Startup.


Mas, para que este saldo seja apurado de maneira real, é necessário alimentar o fluxo de caixa diariamente, como os lançamentos das receitas e custos.


Apuração dos Impostos


A apuração é através do regime de competência. Ao encerrar o mês, soma as notas fiscais e calcula o imposto devido.


O cálculo tributário, vai depender do regime que sua empresa optou - Simples Nacional, Lucro Real ou Presumido.


Controlando o Estoque


Caso sua empresa necessite de estoque, é necessário um controle bem apurado.


Seja mensal ou semanal, a atualização das movimentações de entrada e saída tem que ser rotineira.


Consolidar as informações no final de cada mês, não é só uma questão de controle interno, mas também para apreciação do Fisco.


Este fechamento se dá pela exigência da Escrituração Contábil além de outras possíveis obrigações legais.


Escrituração Contábil


Por incluir todo e quaisquer tipos de transações, inclusive sem movimentação financeira, os lançamentos contábeis são diários!


Ao finalizar o mês, o livro diário é concluído com os relatórios contábeis e aí o Balanço Patrimonial e o Demonstrativo de Resultado do Exercício (DRE) poderão ser emitidos.


E para fechar o mês, a folha de pagamento e a conciliação bancária devem completar os lançamentos.


Todos os lançamentos mensais deverão ser finalizados, para que somente depois o encerramento mensal contábil seja efetivado.


Pois ele é o espelho de tudo que ocorre na sua empresa, desde a esfera econômica, passando pela financeira e pela patrimonial.


Pronto para fazer o fechamento do ano fiscal


Percebeu a importância do fechamento mensal, ser assertivo, cuidadoso e fiel à realidade da Startup?


E que só assim o seu Ano Fiscal será realizado de forma eficaz, certeira e rápida!


Bom, visto as operações básicas acima, e sabendo que o fechamento anual é obrigatório para quaisquer empresas, veja a seguir alguns passos importantes.


É imprescindível verificar se a totalidade dos valores debitados, no decorrer do ano, é igual a soma dos créditos, e isso seu contador pode fazer ao realizar levantamento do balancete.


Veja com ele, também, se as contas dos Ativos e Despesas, Passivos e Receitas, estão com saldos devedores e credores, respectivamente.


O seu consultor contábil, através da contabilidade consultiva, tem que estudar e analisar, no decorrer do ano, as leis tributárias, assim como algumas legislações empresariais; para que no fechamento anual não haja surpresas desagradáveis.


Por fim, se você e seu consultor contábil seguirem as operações acima, mensalmente, de maneira cuidadosa e estratégica, o fechamento do ano fiscal de sua empresa será de fácil execução!


Mas, se após a leitura desse artigo, você ainda tiver dúvidas quanto ao fechamento contábil e financeiro, estamos aqui para te auxiliar, com uma consultoria 100% digital!


7 visualizações0 comentário

Descomplique sua contabilidade! Fala com a gente.

bottom of page