Qual a diferença entre Gestão Financeira e Contábil para empresas digitais




Você já se perguntou: caso ou compro uma bicicleta? Pois é… Quem nunca, não é verdade?


Essa é uma expressão utilizada quando temos dúvidas, às vezes simples ou por vezes complexas. O certo é que quando paramos para planejar nossa vida, ou algum setor dela, olhamos para o passado, vivemos o presente e vislumbramos um futuro.


E no mundo empresarial não é diferente.


Ao gerir uma empresa, seja física ou virtual, mergulhamos nesses três momentos.


Principalmente, quando falamos das Gestões Contábil e Financeira, que olhando superficialmente, até parece que se confundem né?


Confundem não! São complementares! Ficou curioso?


Siga lendo. Até o final deste artigo, você vai entender que pode comprar uma bicicleta, casar e, de quebra, ainda ser feliz!


Vamos nessa?


Qual a diferença entre Gestão Financeira e Contábil para empresas digitais?


Ao atuar de maneiras diferenciadas, não significa que não podem ser complementares.


A primeira diferenciação é conceitual:


A gestão financeira requer um olhar no presente, já a contábil… ah! Essa tem um pezinho no passado próximo.


Aí você se pergunta: e o futuro, a quem pertence?


Nesse caso, pegue as duas gestões e compreenda que, para melhor desempenho de sua empresa, uma precisa da outra!


Esse é um cuidado que você, empreendedor digital, tem que ter quando executar a Gestão Financeira e a Gestão Contábil na sua empresa.


E quais as principais distinções?


A gestão financeira trabalha no dia a dia, focada no funcionamento interno da empresa, objetivando alcançar as metas.


Já a contábil desenvolve uma visão interna e externa da empresa. Contudo, com um só propósito: obter a melhor performance da empresa!


Confere aqui!


Gestão Financeira


Logo de cara, esta é a gestão que cuida do capital da empresa.


E tem um objetivo principal: manter a saúde financeira! Ou seja, a empresa tem que permanecer no positivo!


O gestor financeiro é um cara que precisa circular por todos os setores da empresa. Exatamente por ter habilidade nas análises dos números, os processos internos passam por ele.


Pense que ele tem que equalizar as estratégias de cada setor com os recursos - a fim de que sejam realizadas com eficiência, reduzindo os custos, e, consequentemente, aumentando os lucros.


Quer mais? Vamos lá!

  • Acompanhar diariamente, as saídas e as entradas dos recursos, e, alimentar o fluxo de caixa é obrigatório e salutar para empresa!


  • Conduzir as operações bancárias, cobranças a clientes inadimplentes e pagamentos aos fornecedores, também, fazem parte do gerenciamento!


Após todas essas funções só podemos constatar que o gestor financeiro é essencial para a sustentabilidade da empresa.


Gestão Contábil


Principal atividade desse gestor: analisar criteriosamente a empresa.


Se você deseja começar sua empresa redondinha, saiba que essa é a hora exata para iniciar uma forte parceria, e sabe por quê?


É o contador auxilia a abertura e constitui a empresa - analisando o melhor regime tributário.


E, na continuidade desse trabalho realiza serviços como:


  • Registra todos os fatos econômicos e financeiros da empresa - em ordem cronológica;

  • planeja a parte tributária;

  • cuida das obrigações fiscais e trabalhistas;

  • envia as declarações necessárias ao governo;

  • confere os saldos;

  • gerencia relatórios e demonstra o balanço patrimonial.

Bom lembrar que quando falamos de contabilidade, entendemos que todos os débitos e créditos realizados pela empresa devem ser contabilizados, e, registrado nos livros contábeis - os quais contam toda história da empresa.


Tais registros ajudam a entender as movimentações passadas a fim de orientar o empresário a tomar decisões futuras.


Considere ainda que, o contador deverá manter a empresa em dia com os tributos fiscais públicos, garantindo a regularidade da sua empresa e aplicando, cuidadosamente, a legislação empresarial.


Portanto, o escritório de contabilidade é quem faz a intermediação entre a sua empresa e o governo. Bacana, né?

Observou a importância das duas gestões para sua empresa? Pois é… é o tipo da conta que um mais um é igual a três! Concorda?

Então, segue com a gente!


Relação entre o Financeiro e a Contabilidade


Garantir saúde financeira e obrigações legais são dois importantes pontos para a sua empresa. Logo, reunir essas duas gestões é um caminho certeiro para o sucesso.


Abaixo, seguem duas dicas que farão grande diferença, principalmente, para você que tem uma empresa enxuta e que não pode ter altos gastos com terceirização.


Contrate um Sistema Financeiro


Se sua empresa digital é de pequeno porte, você deve ser o cara que: revisa o fluxo de caixa, faz cobrança a clientes inadimplentes, paga os boletos, aplica e resgata investimentos, negocia com bancos...


E ainda: conquista novos clientes, pesquisa fornecedores, verifica a linha de produção, reúne a equipe para traçar metas do planejamento anual…


Ufa! Cansou né?


Lembre que você é somente um e que o dia só tem 24 horas. Com essa quantidade enorme de atividades você não vai dar conta!


Portanto, que tal deixar as atividades financeiras nas mãos de um sistema desenvolvido exatamente para isso?


Assim, você se dedica mais às funções que dependem única e exclusivamente de você.


Com o BPO Financeiro, você terá segurança que suas finanças terão lançamentos com margem de erro zero, dando embasamento para tomar decisões assertivas.


E quanto à segunda dica?


Ah! Se você contratar este sistema, e seguir a próxima dica, não vai ter concorrente que aguente!


Veja aqui!


Contador Consultivo - um cara mais que parceiro!


Para realizar a junção das duas gestões nada melhor do que contar com um contador estratégico não é mesmo?


Aí você pensa: hummm… contador estratégico? E o contador terá tempo de ser um consultor, com tantos afazeres?


É aí que entra a Contabilidade Digital! Uma contabilidade totalmente online, com inteligência artificial!


Ela realiza todo trabalho burocrático, sem erros, sobrando tempo suficiente para que o contador seja o seu consultor contábil.


Portanto, ele vai estudar sua empresa analisando interna e externamente, preparando diagnósticos e gerando relatórios sempre com uma visão no futuro.


Sendo assim, o planejamento a curto, médio e longo prazo, será feito a quatro mãos. Legal, né?


Viu como é possível olhar o passado, viver o presente e estudar as possibilidades do futuro, quando o financeiro e o contábil andam unidos?


Se você ainda precisa de um tempo para pensar se compra uma bicicleta ou se casa, a gente até entende.


Mas, se você ainda tem dúvidas da importância da integração dessas duas gestões, fale com a gente! E, tenha certeza que este casamento será eterno!

20 visualizações0 comentário

Descomplique sua contabilidade! Fala com a gente.